As pesquisas são uma maneira eficaz de coletar informações e informações valiosas de um grupo de pessoas. No entanto, algumas perguntas da pesquisa podem tocar em tópicos delicados e exigir cuidado adicional.

O conteúdo sensível em pesquisas on-line requer um equilíbrio delicado entre a obtenção das informações necessárias e o respeito à privacidade e aos níveis de esforço dos participantes. Afinal, perguntas delicadas podem deixar os entrevistados desconfortáveis ​​ou na defensiva, levando a respostas imprecisas e dados não confiáveis. Portanto, é importante abordar esses tipos de perguntas de pesquisa com sensibilidade e cuidado.

Como trabalhar com assuntos sensíveis em pesquisas

O primeiro passo é identificar quando um tópico é delicado. Tópicos delicados podem incluir pesquisas que fazem perguntas sobre:  

  • Crenças pessoais  
  • Origem racial ou étnica
  • Identidade de gênero 
  • Saúde mental 
  • Uso de drogas
  • Opiniões políticas 
  • Religião ou crenças filosóficas 
  • Associação sindical 
  • Dados genéticos ou biométricos 
  • Saúde ou estilo de vida sexual 
  • Experiências 
  • Informação demográfica 

 

Antes de começar a redigir as perguntas da pesquisa, é essencial definir o objetivo e o escopo da pesquisa. O que você espera alcançar ao realizar a pesquisa? Que informações específicas você precisa coletar? Qual é o público-alvo e quais são seus dados demográficos e características? Ao responder a essas perguntas, você pode identificar os tópicos delicados que podem surgir e elaborar perguntas apropriadas que produzirão dados relevantes e precisos.  

Outro ponto importante é o consentimento, afinal o entrevistado deve aceitar responder sobre aquele determinado assunto. Para garantir isso, é importante ter uma opção ‘prefiro não responder’ sempre deve ser incluída em suas perguntas de direcionamento. Se os respondentes se sentirem desconfortáveis, eles podem optar por não participar da pesquisa selecionando a opção.  

 

Como fazer perguntas confidenciais de pesquisa de maneira eficaz

Formular perguntas sensíveis para uma pesquisa pode ser um desafio, pois você precisa coletar dados precisos sem ofender ou invadir a privacidade dos respondentes. Aqui estão algumas dicas e estratégias que podem ajudar:

  • Escolha as palavras com cuidado: Evite linguagem carregada, julgamental ou excessivamente pessoal. Prefira linguagem neutra e objetiva que seja clara e fácil de entender.

  • Forneça contexto: Explique aos respondentes por que você está fazendo a pergunta e como as respostas serão usadas. Isso pode ajudar a construir confiança e fazer com que os respondentes se sintam mais confortáveis ao responder.

  • Garanta o anonimato: Se possível, garanta aos respondentes que suas respostas serão anônimas. Isso pode encorajá-los a serem mais honestos em suas respostas.

  • Use escalas de classificação: Para perguntas potencialmente sensíveis, como aquelas sobre comportamentos ou atitudes, as escalas de classificação podem ser uma maneira eficaz de coletar dados sem forçar os respondentes a dar uma resposta sim/não.

  • Considere o uso de indiretas: Em vez de perguntar diretamente sobre um tópico sensível, considere perguntar de uma maneira indireta. Por exemplo, em vez de perguntar se alguém fuma, você pode perguntar quantas vezes por semana a pessoa visita um local onde é permitido fumar.

  • Evite perguntas de duplo-sentido: Estas são perguntas que tentam abordar dois tópicos ao mesmo tempo, o que pode ser confuso ou desconfortável para os respondentes. Por exemplo, em vez de perguntar “Você está satisfeito com seu salário e condições de trabalho?”, faça duas perguntas separadas.

  • Teste suas perguntas: Antes de lançar sua pesquisa, teste as perguntas em um pequeno grupo de pessoas. Peça-lhes feedback sobre como as perguntas foram interpretadas e se sentiram desconfortáveis ao respondê-las.

Lembre-se, o objetivo de uma pesquisa de mercado é coletar dados úteis e precisos, então é importante respeitar os sentimentos e a privacidade dos seus respondentes. Este é um equilíbrio delicado, mas com cuidado e consideração, você pode criar uma pesquisa que seja eficaz e respeitosa.